Sexta-feira, 21 de Março de 2008

Uma escola portuguesa com certeza

Professora agredida por aluna

*

O caso passou-se na última aula de Francês do 2º período. A aluna reagiu mal quando a professora lhe retirou o telemóvel durante uma aula. Não obedeceu às ordens e usou da força. Colega, que também insultou a professora (Olha a velha vai cair), filmou e colocou vídeo no Youtube.

*

*

No vídeo é possível ver uma aluna a insistir com a professora para lhe dar o telemóvel, que lhe tinha sido retirado momentos antes. O conflito vai crescendo, com a jovem a insistir no contacto físico com a docente de francês, que não quer devolver o aparelho. Só passado cerca de um minuto é que outros alunos se aproximam, tentando separar as duas pessoas, mas sem resultado. A adolescente acaba por conseguir ficar com o telemóvel, retirando-o à força. [Portugal Diário]

*

A professora foi vitima de uma cena de violência fisica e verbal por parte de uma aluna, depois de lhe retirar um telemóvel, cujo uso é proibido durante as aulas.

*

A jovem de 15 conta a sua versão dos acontecimentos: «Era uma aula livre e a professora autorizou o uso do telemóvel e toda a gente os tinha em cima da mesa. Pedi a uma amiga para ouvir uma música no telemóvel, mas o som estava baixinho».

*

Entretanto, a mãe preocupada contactou a DREN por E-mail, alertando para a existência deste vídeo, e recebeu como resposta as mesmas palavras proferidas aos jornalistas, mas com um pormenor: «Vamos proceder à retirada do filme do portal YouTube por violação do direito à imagem».

*

E os Direitos da professora agredida e insultada, não preocupam a DREN?

*

Pergunte-se a mãe, preocupada, que castigo deu a «Menina» e por quem está preocupada?

*

Casos de violência e falta de educação, no interior de uma escola ou sala de aula não são virgens. Vemos escolas com “Bares”. Vemos alunos a tratarem os professores por tu; a beberem “Coca-cola” na sala de aulas; a falarem ou a mandarem SMS pelo telemóvel; a ouvir musica; na galhofa; a fazer tudo menos a estudar.

*

Maria Beatriz Pereira, investigadora e autora de várias obras sobre a violência escolar, afirmou: «Os professores têm dificuldade em controlar os alunos, não conseguem incentivá-los e ficam cada vez mais desmotivados», acrescentando: «Nos casos que acompanho, os professores são constantemente denegridos, rebaixados e humilhados pelos alunos».

*

Como «defesa», admitiu, os professores pouco podem fazer: «Apresentam queixa no conselho executivo, as crianças podem ou não ser suspensas, os pais são chamados à escola e pouco mais».

*

«É um caso entre tantos outros. Não é a primeira, nem a última vez», comenta Abel Macedo, do Sindicato dos Professores do Norte. O vídeo de violência de uma aluna contra a professora de francês, numa sala de aula da Escola Secundária Carolina Michaelis, no Porto, terá sido filmado por um dos adolescentes do 9º C e colocado no Youtube a 13 de Março, passando depois de e-mail em e-mail.

*

Como não podia deixar de ser:

Para a “Fenprof” o «Ministério tem culpa».

*

No entender do Sindicato dos Professores do Norte, afecto à “Fenprof”, trata-se de uma situação que surge na sequência das políticas do actual Governo. Não existe respeito», considera Abel Macedo da “Fenprof”, lançando um ataque concreto:

*

«Como não existe respeito por parte do Ministério da Educação em relação aos professores, esse sentimento passa para os outros e, neste caso, para os alunos. É preciso ter muito cuidado, porque situações destas podem escalar para situações de maior violência».

 *

 

Estamos todos de acordo Sr. Abel Macedo. É preciso ter muito cuidado, com o que se diz, com o que se faz, em não levar as "Criancinhas" para as Manifestações, em não deitar, sempre, as culpas para os outros, em suma não “Cuspir para o ar”.

*

Com estes exemplos e a desculpa de serem menores de idade, hoje é o Bullying, amanhã… pode ser a libertinagem, o roubo, o Carjacking, quem sabe.

*

Pergunta-se a «Fenprof»: não é o Sindicato, os Professores, o PCP, o PSD e o CDS, que estão sempre contra todas as modificações, que o actual Governo tem tentado fazer no Ensino?

*

Num Infame aproveitamento político, para o deputado Nuno Magalhães, do CDS-PP, a Culpa... é do PS!

*

Porque este AproveitamentoEspontâneo” para atacar, como sempre, o Governo e o PS? É este o ensino que querem?

*

Concordo com o Parecer de "O Jumento":

Cá por mim isto resolver-se-ia com um "Vai-te para o olho da Rua".

*

Esta na Hora de dizer Basta.

*

Basta de Demagogia. Basta de Aproveitamento Politico. Basta de Irresponsabilidades.

*

Esta na hora de Todos e Cada Um, assumirem a sua cota de responsabilidades: Pais, Encarregados de Educação, Alunos, Professores, Concelhos executivos, Sindicatos, Partidos Políticos, Governo, Todos.

*

Assim não se pode ser aluno

Assim não se pode ser sindicato

Assim não se pode ser professor

Assim não se pode ser concelho executivo

tags:
publicado por Flaviense às 13:24
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De dionisio666 a 23 de Março de 2008 às 22:15
Este é um caso paradigmático da balbúrdia que se vive nas nossas escolas. Este é apenas um dos muitos problemas de disciplina que se vivem no dia a dia das escolas e que, por não serem divulgados, não chegam ao conhecimento da população.
Durante mais de 30 anos os professores, por quem tenho o maior respeito e a quem desejo as melhores condições de trabalho, preocupados, quiçá, com o suficientezito ” como classificação bastante para a sua progressão na carreira, descuraram as questões da disciplina, foram displicentes, embarcaram no “deixa andar” tão comum à administração pública, justificando sempre essa atitude com as dificuldades processuais inerentes aos processos disciplinares. Dava muito trabalho ouvir as partes interessadas, elaborar actas e relatórios, reunir com os pais e os seus representantes, fazer cumprir os castigos aplicados, desde que não constituíssem pena de suspensão ou expulsão, que era preferível deixar os “meninos” em roda livre. Os paizinhos que lhes dessem educação. Eles não tinham essa obrigação. Prejudicaram-se os alunos que não fazem parte deste grupo, prejudicaram-se os professores que não se revêem neste estilo de trabalhar, prejudicou-se o ensino em geral. Agora lamentam-se porque as regras vão mudar. É pena que não tenham sido os professores a tomar a iniciativa para melhorar a situação. É de lamentar.

Comentar post

.SNAP SHOT

.mais sobre mim

.PONTE ROMANA

Concorda que a Ponte Romana passe a ter utilização unicamente pedonal?
Sim
Não
Sem opinião
= Ver resultados =

.Pesquisar neste blog

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.Chaves

Creative Commons License

.posts recentes

. José Sócrates em Chaves

. 2009

. Boas Festas

. Cine Teatro de Chaves

. UM HOMEM DEITADO NO CHÃO

. Cadeia Comarcã de Chaves ...

. Chaves, o Rio, as Poldras...

. Azenha do Agapito

. Nova Ponte Pedonal

. Cartaz do Dia

. Depois de XIX Séculos, fi...

. Construção da Ponte Pedon...

.Arquivos

. Setembro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.Links

.Livros em Destaque

Autor – Júlio Montalvão Machado – 2006 - Formato 19 x 27, 462 páginas – 3ª Edição * A MAGIA DE AQUAE FLAVIAE Autor - Mário Gonçalves Carneiro

.Nas termas

online

.Tempo

Weather Forecast
Locations of visitors to this page

.Euromilhões

blogs SAPO

.subscrever feeds